Fale conosco pelo WhatsApp

8 Dicas de Como Utilizar as Mídias Sociais para Atrair Tráfego para o seu E-Commerce

Midias Sociais Ecommerce

trafego ecommerce midias sociais

Apesar de o e-commerce brasileiro já existir há mais 20 anos, ele continua crescendo como se estivesse nos estágios iniciais e ainda há muito espaço para aumentar os gráficos, já que 17,6 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra online no primeiro semestre de 2015, de acordo com o estudo da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo). Esse cenário é consequência do novo consumidor que tem surgido com as novidades digitais, especialmente as mídias sociais.

Apesar das mídias sociais não terem como foco principal a conversão, elas são fundamentais para divulgação do produto/marca, para o relacionamento com o cliente e são as grandes responsáveis por ajudar o comprador a tomar decisões. Segundo estudos sobre o comportamento do consumidor brasileiro, cerca de 77% só compram algum produto após consultar as redes sociais, utilizando como métrica de avaliação e a opinião de outros consumidores; 48,5% passaram a admirar mais as marcas depois de curti-las no Facebook; 78% pesquisam primeiro sobre o produto nos sites e nas mídias sociais para depois comprarem em uma loja física e 43% seguem a marca para analisar os feedbacks realizados na página. Ou seja, se você tem um comércio eletrônico e quer alcançar mais resultados, está na hora de ativar o seu e-commerce dentro das mídias sociais. Ou quer ficar fora da competição online?!

Mas quais mídias sociais são indicadas para o meu e-commerce?

Atualmente, a internet está regada de diferentes mídias sociais e diante a tantas fica difícil saber em qual investir ou qual é a mais adequada para o segmento. Para isso, o primeiro passo é entender a finalidade e as funcionalidades das principais:

  • Facebook

A rede social é a mais utilizada no Brasil. Apesar do crescimento ter desacelerado, devido os surgimentos de outras redes, ele ainda se mantém com o maior número de acesso e, provavelmente, seu público estará nela.
Além de ser a rede mais acessada, o Facebook é o mais flexível para postagens, podendo utilizar imagens, vídeos, GIFs, texto, lives, entre outros. Facebook eCommerce like

Isso permite que você desenvolva um leque de opções para encontrar, atrair e fidelizar seu público. Outro ponto positivo, é a facilidade de investimento que o Facebook oferece, podendo atingir seu público por meio de publicações ou até mesmo com anúncios e as várias ferramentas disponíveis para ajudar os administradores a cuidar da fan page.

  • Instagram

    Apesar de ser uma rede social focada em divulgação de imagens, muitas empresas estão apostando na ferramenta como plataforma de vendas. No entanto, se usado para essa finalidade, é importante que a marca siga o objetivo da rede: investir em imagens bem elaboradas e tratadas. Por isso, nesse caso, o Instagram pode ser mais indicado para quem também trabalha com o apelo visual, como roupas, artigos para bebê e maquiagens, por exemplo.

  • Twitter

    Diferente do que muitas pessoas acreditam o Twitter não morreu, ele está bem vivo e é um grande meio para alguns negócios. O texto curto de até 140 caracteres permitido pela ferramenta, ajuda a manter a objetividade e rapidez do assunto. Ele pode ser usado como uma boa estratégia de promoções, novidades de produtos, entre outros. Mas é importante que a rede social seja atualizada diariamente e com, no mínimo, três tweets por dia. Caso contrário, ela poderá ser esquecida facilmente por diversas outras informações e páginas que seu cliente também segue.

  • Google +

    Muito semelhante ao Facebook, e por isso, concorrente direto da rede, ele também permite fazer publicações de diferentes formas. Uma das grandes diferenças e vantagens do G+ é o fato dele pertencer ao Google, o maior buscador do mundo, com capacidade de conhecer as informações dos usuários e sites da internet e isso pode ser muito útil e te dar uma considerável vantagem em relação as outras mídias.

  • Youtube

    Considerando que as pessoas se atraem muito mais por vídeos do que por texto e que o YouTube é a maior plataforma de publicação de vídeos do mundo, talvez essa seja uma boa opção para o seu negócio. Os vídeos são excelentes ferramentas para ajudar a vender, tirar dúvidas, comparar produtos, entre outros. É a oportunidade de o cliente ver o funcionamento e a aparência do que quer comprar como se estivesse em uma loja física. Além disso, a rede permite comentar, compartilhar e curtir os vídeos publicados. Bem usada, pode ser um grande diferencial entre os concorrentes e um dos grandes atrativos para os clientes.

  • LinkedIn

    Dependendo do produto/marca talvez o Linkedin não seja tão funcional para o seu e-commerce. Ele tem como objetivo principal o relacionamento profissional e é indicado para empresas B2B. No entanto, assim como no Facebook, o Linkedin também permite investir nas publicações e faz anúncios, possibilitando localizar seu cliente com mais precisão.

Conheça 8 dicas de como utilizar as mídias sociais para o seu e-commerce

Midias Sociais Ecommerce

Antes de simplesmente criar um perfil para o seu e-commerce, você precisa planejar bem sua estratégia, e caso tenha dificuldades com isso, não hesite de contatar uma consultoria de marketing digital especializada em e-commerce. Até porque uma rede social sem a estratégia adequada, será apenas mais uma no meio da multidão. Conheça e aplique as oito dicas para as mídias sociais do seu e-commerce:

1. Compartilhe o conteúdo certo   

Lembre-se que o foco das mídias sociais não é venda, portanto esqueça as maçantes e insistentes publicações de promoções e vendas. Se você começar assim, dificilmente terá o retorno esperado. É preciso agregar valor aos seus compradores. Mantenha a experiência social, use suas publicações para contar histórias de clientes, compartilhar notícias e fornecer dicas úteis. Antes de vender, você precisa atrair e fidelizar seus clientes.
Uma dica: 70% do conteúdo da sua página deve ser a informação que é importante e relevante para seus fãs; 20% deve ser o conteúdo que vem de outras pessoas e 10% deve ser promocional.    

2. Interaja com seu público

O intuito principal das mídias sociais é o relacionamento, então use isso ao seu favor. Monitore as mensagens e interaja com elas, responda perguntas, agradeça por um elogio ou por um compartilhamento, curta comentários etc. Além de criar uma boa imagem com aqueles usuários, outros seguidores irão ver o quanto a empresa está próxima dos seus clientes e aberta a conversa.
Importante: Nunca tente omitir uma crítica. Ela precisa ser analisada e respondida como qualquer outra. Caso contrário, isso poderá ser o início de uma crise.

3. Patrocine suas publicações

Esse é um dos itens mais importantes para seu negócio alavancar dentro das mídias sociais. Atualmente, a maioria das mídias sociais já permitem impulsionar as publicações, como o Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter. Isso ajuda a aumentar o tráfego do site, curtidas na página, número de seguidores e consequente elevar a possibilidade de conversões. Além de especificar melhor o público. Uma postagem sem impulsionamento só atingirá 12% dos usuários. Portanto, reserve um investimento para essa finalidade. Com a expansão da publicidade social como fonte de novos negócios, surgiram consultorias em mídias digitais altamente especializadas em rentabilizar o seu investimento destinado a publicidade online. Estas empresas possuem ferramentas exclusivas que, na maioria dos casos, conseguem extrair o máximo de conversões com o investimento alocado.

4. Utilize palavras-chaves

Nesse caso, as palavras-chaves agem um pouco diferente do SEO. Utilizá-las em uma publicação dentro do Facebook, por exemplo, não vai permitir que o usúario encontre seu produto com uma busca orgânica no Google. Mas ele permitirá ser encontrado dentro da própria rede social no campo de busca, assim como adicionar hashtags. Essa é uma simples e boa estratégia.

5. Adicione botões sociais no seu site

Aplicar os botões de compartilhamentos sociais em todas as páginas do seu site, produto ou blog ajuda que o usuário compartilhe e curta facilmente o conteúdo, e, consequentemente, faça o marketing gratuito. Busque colocar os botões sociais em lugares estratégicos, como no topo da página.

6. Diversifique seu conteúdo

As mídias sociais possibilitam diversos formatos de conteúdo, então use essa diversidade. Aposte em vídeos, imagens de qualidade, GIFs, infográficos, entre outros. É importante lembrar que cada rede social tem uma finalidade e um público, portanto nada de compartilhar o mesmo conteúdo para diferentes redes. Respeite as características de cada uma delas.  

7. Seja criativo

Utilize a diversidade de formatos dos conteúdos ao seu favor e seja criativo. Realize transmissões ao vivo para falar sobre um produto ou tirar dúvidas, use termos mais leves e engraçados para atrair novos públicos, faça GIFs que desperte o interesse, esteja atualizado com as datas comemorativas do calendário brasileiro e invista em publicações personalizadas, faça vídeos com animações e rápidos, participe de grupos etc. As ferramentas possibilitam inúmeros tipos de opções, basta você pensar fora da caixa. Isso com certeza chamará atenção do seu cliente e te ajudará a alavancar na frente do seu concorrente.

8. Aproveite seus dados

O seu site pode te fornecer uma riqueza de informações sobre o comportamento do seu cliente, como qual o tipo de conteúdo que mais recebe visita e interação, qual o horário de maior interação, entre outros. Isso ajudará a identificar exatamente o que, como e quando seu cliente está conectado com você. Utilize esses dados para criar estratégia para o mecanismo das suas mídias sociais.

Está mais que provado que as mídias sociais são um fator importante para decisão de compra do consumidor. Então, se você tem um e-commerce e quer aumentar suas vendas, aposte nessas estratégicas ferramentas de relacionamentos. Tenha paciência, um trabalho bem feito, muito planejamento e boa sorte!

Nova chamada à ação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *