Fale conosco pelo WhatsApp

Tendências do Marketing Médico para 2022

1 de dezembro de 2021 | | 0
Fundo azul com o ano de 2022 em azul claro e uma seta que aponta tendência de alta
(Banco de imagens: Shutterstock)

Podcasts, vídeos e chatbots são algumas das ferramentas que o marketing em saúde irá experimentar no ano que vem

As principais tendências do marketing médico para o ano (2022) não nasceram a partir da dura experiência de vivermos todos em um mundo mergulhado em pandemia (a de covid-19, que começou em fins de 2019), mas foram grandemente impulsionadas pelo coronavírus.

Dois anos seguidos de distanciamento social, uso intenso da internet para a aquisição de praticamente tudo, oscilações vertiginosas no poder de compra e o aumento das exigências dos clientes para com serviços contratados e/ou prestados online deixaram, na humanidade, marcas que não se apagarão.

Em 2022, esperamos todos, a covid-19 não estará mais nos afetando com a força com que nos afetou e ainda afeta (embora o coronavírus, provavelmente, não vá simplesmente desaparecer, mas sim tornar-se menos contagioso e menos letal).

As principais tendências do marketing médico para 2022, como dissemos, já se desenhavam em 2020, ganharam força ao longo de 2021 e, agora, estão claramente na linha do horizonte para 2022. Elas nasceram antes da crise sanitária, mas ganharam seu contorno final devido a ela.

Quem é o cliente online do setor de saúde brasileiro?

No Brasil, o paciente digital (ou seja, aquele que usa os canais digitais, a internet para marcar hora com um médico ou mesmo realizar consultas via web – a chamada telemedicina) tem um perfil bem definido.

Tratam-se, principalmente, de mulheres entre 25 e 34 anos de idade, moradoras de grandes capitais, bem colocadas profissionalmente e que buscam na internet uma forma de cuidar da saúde mais ágil, prática e confortável.

É claro, este é o caso da maioria relativa das pessoas que se utilizam da rede para questões relativas à medicina. Há muita gente no Brasil que faz o mesmo e não se enquadra neste perfil. Mas, ainda assim, trata-se de um bom início para falarmos das tendências do marketing médico.

Outro dado: segundo pesquisa do site Doctoralia, 54% das clínicas e hospitais brasileiros aplicam estratégias básicas de marketing no dia a dia do negócio; 26% o fazem de forma intensa, e 14% das clínicas e hospitais do país afirmam ter a intenção de aplicar tais estratégias em breve.

E mais: perto de 86% dos brasileiros consideram a internet uma das principais – senão a principal – fontes de informação quando o assunto é saúde.

Vamos, a seguir, conhecer as tendências do marketing médico para o ano que em breve se iniciará.

Pacientes atendidos – e médicos avaliados: 4 tendências do marketing médico para 2022

Todas intimamente ligadas ao avanço da tecnologia, as 4 grandes tendências do marketing médico para 2022 são:

  1. Avaliação dos profissionais nas redes sociais – Em sites como Facebook, Instagram e Doctoralia, as avaliações deixadas por pacientes sobre um profissional da medicina são cada vez mais relevantes. Pacientes em potencial decidem se vão ou não se tratar com um médico com base nelas. Logo, incentive seus atuais pacientes a fazerem avaliações de você em tais redes – e mereça que elas sejam positivas, é claro;
  2. Uso de chatbots – Um chatbot é um robô (na verdade, um software) que atende ligações telefônicas de clientes, em especial. Quanto mais funções o chatbot de uma clínica ou consultório é capaz de realizar sem que a ligação tenha de passar por um atendente, melhor ele é. É importante também que o tratamento ao paciente feito pelo chatbot seja o mais semelhante possível ao feito por um ser humano;
  3. Podcasts – Um podcast é um áudio gravado que pode ser ouvido em qualquer local, a qualquer hora. É uma das mídias em ascensão no mundo. Um levantamento feito pelo Grupo Globo e pelo Ibope revelou que 57% dos entrevistados começaram a escutar podcasts durante a pandemia. É uma forma de consumir informação (informação médica, inclusive) que atende às necessidades do paciente digital, o qual busca economia de tempo e conteúdo de qualidade;
  4. VídeosO formato vídeo é hoje o principal meio eletrônico de difusão de informações. Até por isso os vídeos hoje estão em toda parte: redes sociais como o TikTok ou o Reels (ferramenta do Instagram) trabalham com eles. Use você também o vídeo para fazer seu marketing médico.

E lembre-se: ninguém melhor do que uma agência de marketing digital especializada em serviços de saúde para colocar em prática as estratégias do marketing médico para este ano!