Fale conosco pelo WhatsApp

Por que Inbound Marketing é importante para médicos e clínicas?

23 de novembro de 2021 | | 734
Desenho da palavra Inbound
(Banco de imagens: Shutterstock)

O chamado marketing de conteúdo se tornou item básico de sobrevivência para  o médico.

 Você sabe como fazer Inbound Marketing para médicos e clínicas? Essa é uma das principais expertises que gestores da saúde vêm procurando dominar, como forma de alavancar o número de novos pacientes. O marketing digital para saúde é hoje fundamental para a sobrevivência de qualquer negócio.

Desenvolver estratégias assertivas de Inbound Marketing para médicos e clínicas é o primeiro passo para que o conteúdo criado e compartilhado seja relevante e converta em novos pacientes. A geração de autoridade na área também depende de uma estratégia bem desenhada e de um planejamento bem executado.

No texto abaixo, confira como criar uma boa execução de Inbound Marketing para médicos e clínicas, gerando bons resultados e engajando seguidores através do tráfego orgânico – ou seja, audiência que seu site contabiliza de maneira espontânea, sem a necessidade de impulsionadores.

Primeira etapa: atração

O Inbound Marketing para médicos e clínicas, assim como para qualquer outro segmento, exige o domínio do chamado funil de vendas. Esse conceito indica os diferentes níveis de maturidade do seu usuário, e quais planos de ação devem ser executados para se relacionar com esse lead.

A primeira etapa do funil de vendas é a fase de atração. Em outras palavras, neste estágio, o grande objetivo passa a ser levar o leitor até o seu conteúdo. Aqui, existem algumas estratégicas básicas, como redes sociais e artigos de blog bem escritos, com conteúdo relevante para o seu público-alvo.

É também de fundamental importância fazer um uso adequado das palavras-chave do SEO como forma de levar seu lead até o seu perfil. Os conteúdos aqui, em geral, são educativos. Aborde as principais dúvidas acerca de tratamentos e serviços oferecidos pela sua clínica.

Segunda etapa: conversão

A segunda fase do Inbound Marketing para médicos e clínicas é a da conversão. Uma vez que o seu potencial paciente já foi atraído até a sua rede social ou blog, agora é hora de tornar esse leitor, efetivamente, um lead e conquistar seu contato (como um e-mail, por exemplo). Existem alguns gatilhos digitais imprescindíveis para se conquistar esse lead, tais como:

  • Criação de formulários (como em páginas de e-books);
  • Landing pages;
  • Anúncios patrocinados (como Google Ads, Facebook Ads e Instagram Ads);
  • Calls to Action (pop-ups e banners no site, por exemplo).

É preciso que esses gatilhos sejam visualmente atrativos e chamem a atenção do usuário, além de se manterem estrategicamente posicionados, como em banners no final dos artigos do blog.

Terceira etapa: relacionamento

A terceira fase do Inbound Marketing para médicos e clínicas é a do relacionamento. Aqui, você já conseguiu o contato do seu visitante e é preciso se aproximar dele com algumas estratégias, despertando nele o interesse pelos serviços oferecidos pelo seu negócio.

Resumidamente, a fase de relacionamento é quando você precisa conquistar a confiança do seu lead. Portanto, nesta etapa algumas estratégias assertivas são o e-mail marketing e a segmentação de leads através de critérios-chave para a sua empresa (o chamado lead scoring).

Por fim, é preciso de um acompanhamento de métricas para avaliar se as estratégias de Inbound Marketing para médicos e clínicas estão surtindo o efeito esperado. Ao mensurar os resultados, é possível investir em pontos bem-sucedidos e corrigir falhas.

Existem algumas ferramentas e plataformas que ajudam nesse fluxo de trabalho, como o RD Station e o Google Analytics. Neste estágio, busque avaliar a taxa de conversão das landing pages, o tempo de permanência dos leitores em seu site, os acessos orgânicos ao seu blog e o ranqueamento das páginas do site.

O trabalho de Inbound Marketing precisa ser feito de maneira contínua, atenta e organizada, para que não sejam desperdiçados tempo e recursos em conteúdos de baixo alcance.

Buscar profissionais experientes e gabaritados no mercado de comunicação digital para saúde, neste sentido, faz toda a diferença, por isso, conheça a WSI!