Marketing

O que muda com o Marco Civil da Internet

Marco civil da internet, o que mudou?No dia 23 de Abril de 2014, a presidente Dilma Rousseff sancionou o Marco Civil da Internet (Lei 12.965/14) e a lei estará em vigor a partir de 24 de Junho de 2014, o nome desse período é chamado de vacatio legis.

Muito se ouviu falar, mas pouco se sabe efetivamente sobre as mudanças que ele pode trazer para a internet de um modo geral, principalmente para o marketing digital e comportamento das empresas na internet. O que mais surgiu foram boatos, chegando ao ponto de até mesmo mencionar que isso serve como um modo de censurar o usuário, um grande engano, essas novas leis servem para proteger quem acessa a internet.

É bom que empresas estejam por dentro de todas as questões envolvidas para que possam oferecer melhores serviços aos seus clientes, então vamos conhecer algumas das coisas que modificam:

Guarda de dados dos usuários

A partir do primeiro dia que o Marco Civil da Internet estiver em vigor, as empresas têm que deixar claro em seus termos de adesão quais são os critérios e porque é necessário pedir as informações para fechar o contrato ou fazer o cadastro. Não será mais permitido que façam perguntas obrigatórias que não influenciem no processo de aquisição ou compra.

Nenhum dado pode ser compartilhado com outras empresas ou pessoas, a não ser em casos que exista um pedido judicial, nessa parte também entra os e-mails do usuários que daqui a pouco falaremos sobre isso.

Ao término ou cancelamento de contrato/registro, todos os dados dos usuário deverão ser deletados, a não ser se estiver dentro do prazo previsto pelo Marco Civil da Internet que é um período de 6 meses.

Solução para o cadastro

Sabemos que muitas vezes as perguntas que são feitas em cadastros podem não influenciar na compra, mas elas são completamente ligadas com o serviço que o seu site pode oferecer para os consumidores, podendo dar melhores sugestões, entender seu usuário e até mesmo conseguir enviar e-mails (explicado a seguir) conforme os gostos e necessidades do usuário.

Já que essas perguntas não são mais permitidas, é necessário pensar em algumas soluções.

Um bom caminho é o envio de um e-mail junto com a confirmação do cadastro, falando ao usuário que tudo está correto e sua conta já está funcionando normalmente, mas que para melhorar o atendimento, se ele desejar, poderá preencher um formulário com algumas informações extras. Desse modo, não se torna obrigatório e se o usuário não desejar passar mais informações não atrapalhará o negócio que pode existir entre a empresa e ele.

E-mail Marketing e o Marco Civil da Internet

E-mail marketing é o sucesso ou fracasso de um negócio. Quem nunca se cadastrou em um local e começou a receber e-mails de diversas partes, não apenas do local onde se cadastrou? Esse é um dos principais motivos de não ser mais permitido o compartilhamento de dados pessoais do usuário, a não ser que ele permita.

Nos novos cadastros que tiver em seu site, um bom modo de se ajustar é colocar duas caixas para serem clicadas, a primeira falando que permite o envio de e-mail marketing com propagandas e na outra perguntando se aceita o compartilhamento do e-mail com parceiros que podem ser do interesse do usuário. Sem essas duas autorizações a empresa não tem permissão e pode passar por sérias punições.

Para os contatos que já constam na sua lista, fica simpático enviar um e-mail falando que a empresa está se ajustando ao Marco Civil da Internet e que precisa de uma confirmação se deseja continuar recebendo seu e-mail marketing e se também pode compartilhar esse e-mail. Assim fica simpático e seus usuários percebem que você se importa também com os direitos deles.

Não são passos tão difíceis de serem seguidos para que seja mantida a privacidade dos usuários e eles possam confiar mais no seu serviço, devido a segurança que você oferece. Ainda tem um tempo para se ajustar.