Fale conosco pelo WhatsApp

Marketing médico humanizado

28 de fevereiro de 2022 | | 0
medico estendendo a mão
(Banco de imagens: Shutterstock)

Uma população cada vez mais idosa, cada vez mais instruída e com acesso à internet exige uma nova abordagem por parte do marketing em medicina

O marketing médico humanizado é uma necessidade e uma demanda cada vez mais intensa por parte de pacientes em todo o Brasil, os quais desejam que se reflita na comunicação dos médicos princípios de um atendimento gentil, completo e atencioso na saúde.

Não basta mais que se faça um marketing digital médico seco, voltado apenas para a obtenção de resultados imediatos. Até porque, se o procedimento em comunicação do médico for esse, tudo o que o mesmo não conseguirá, será justamente, captar e fidelizar clientes.

Fatores diversos contribuem para o marketing médico humanizado. Vamos citar alguns deles:

  • A população brasileira está envelhecendo rapidamente. Como consequência, demanda mais e melhores cuidados médicos. Os males físicos decorrentes da idade avançada tornam as pessoas mais capazes de avaliar cada profissional de medicina, pois recorrem a eles com maior frequência;
  • A média de instrução de nossa população também vem subindo. Indivíduos com mais anos de escolaridade têm maior capacidade de identificar quando estão ou não recebendo um tratamento médico de qualidade, e um marketing médico humanizado;
  • A descomunal quantidade de dados sobre saúde que se pode conseguir hoje na internet dá ao paciente uma capacidade maior de julgar se o tratamento que lhe está sendo prescrito é adequado – e até se o médico que se encontra à sua frente é um bom profissional.

Definidos esses parâmetros, vamos agora expor algumas dicas sobre como implantar na comunicação de seu consultório um marketing médico humanizado.

As 5 dicas fundamentais para um marketing médico humanizado

Se você deseja que o marketing médico de seu consultório mereça a admiração dos pacientes que usam seus serviços, algumas atitudes, fatores e elementos são fundamentais.

Vamos, agora, conhecê-las:

  • Tenha uma presença digital, ela própria, humanizada – nos dias que correm, é bastante comum que profissionais da medicina usem suas redes sociais para divulgar os serviços que oferecem. Interaja com os pacientes nas redes, respondendo às suas perguntas, por exemplo;
  • Grave vídeos falando acerca de sua especialidade – uma das melhores maneiras de conquistar novos pacientes é colocando em seus canais digitais (site e redes sociais) gravações explicando a área da medicina na qual você é focado;
  • Mostre os bastidores de seu consultório – há partes de uma clínica que, por sua própria natureza, só podem receber pessoal autorizado (a sala de cirurgia, por exemplo). Mas nada impede que se filme o local e se deixe o vídeo disponível no site do negócio;
  • Deixe a cultura de seu consultório transparecer – tal como as pessoas, as empresas (no caso, estabelecimentos de saúde) são diferentes entre si. Sua clínica é formal ou um pouco mais solta? Há público para ambos os perfis – justamente por isso, é necessário que fique claro em qual deles seu estabelecimento se encaixa;
  • Transmita sua mensagem pela maior quantidade de canais possíveis – há hoje muitos meios distintos de chegar às pessoas. Blogs, redes sociais, e-mail marketing, sites, etc. Não é difícil estar presente em todos eles. Basta contratar uma agência de marketing digital para tanto – de preferência, uma já voltada ao ramo médico.

Para ler mais sobre esse tema, assine a nossa Newsletter!