Fale conosco pelo WhatsApp

Marketing para médicos: Por que você deve investir?

20 de janeiro de 2020 | | 433
Marketing Digital para Médicos
(Banco de imagens: Shutterstock)

A internet veio para facilitar o dia a dia de milhares de pessoas. Anteriormente, encontrar um médico era possível em livros de convênio ou por indicação. Hoje, basta digitar a especialidade e surgirá uma infinidade de resultados. Os primeiros nomes que aparecem são frutos de uma estratégia de marketing para médicos bem executada.

Isso mesmo. Por intermédio do marketing para médicos é possível estar bem posicionado nos buscadores, como o Google. Na atualidade, é importante estar atento a essas estratégias para estar com o consultório e/ou clínica com a agenda cheia.

Uma estratégia de marketing para médicos contempla as seguintes etapas:

  • Site otimizado com blog;
  • Conteúdos relevantes;
  • Implementação de técnicas de SEO (Search Engine Optimization);
  • Planejamento para Google Adwords;
  • Redes sociais.

Somadas, elas colaboram a tornar o médico e/ou a clínica uma autoridade na internet e vigorar entre os primeiros resultados dos buscadores.

Motivos para adotar o marketing para médicos

Se estar bem posicionado no Google ainda não o convenceu, veja outras três razões pelas quais o marketing para médicos é uma ferramenta eficiente para ampliar o número de pacientes.

  1. A internet é onde pacientes procuram por médicos e clínicas

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade (ICTQ), identificou que 40,9% dos brasileiros procuram um diagnóstico para seus sintomas pela internet. Imagine se esse mesmo índice fosse de pessoas procurando por uma especialidade médica para prover o diagnóstico correto?

Médicos ou clínicas que alimentam seus sites e redes sociais com informações sobre doenças, sintomas, tratamentos e afins podem se tornar referência a esses pacientes e, por consequência, serem procurados para consulta e tratamento.

A relação paciente e médico é de confiança e, na atualidade, isso começa na internet. Estudos mais antigos apontaram que mais de 80% das pessoas com acesso à internet buscam informações relativas à saúde online.            Logo, estar bem posicionado, ou seja, na primeira página, aumenta as chances de ter uma agenda repleta de pacientes.

Para isso, é importante que seja desenvolvido um trabalho de SEO de qualidade, e que ele seja complementado com outras estratégias como: conteúdos otimizados, anúncios online, disparo de e-mail marketing e demais estratégias de marketing digital.

  1. É influenciável

Um dos diferenciais de marketing na internet é que ele é aplicável aos mais variados segmentos. Desde pet shops até hospitais podem investir nessas estratégias e obterem resultados extremamente satisfatórios. Logo, o marketing para médicos é uma realidade com excelentes resultados e que tem crescido no País.

Outro dado interessante a ser evidenciado é que 40% dos usuários que buscam informações sobre médicos e clínicas de forma online baseiam suas decisões — de se consultar ou não — segundo as avaliações de outros pacientes, ou seja, após ler os relatos.

O internauta é altamente influenciável e as técnicas de marketing médico podem colaborar nessa tomada de decisão.

É importante ressaltar que com estratégias de marketing digital, como SEO e Inbound Marketing, por exemplo, os pacientes o encontram no momento exato de suas necessidades, tornando seus esforços mais efetivos do que em estratégias tradicionais do marketing de interrupção.

  1. O retorno é mensurável e investimento mais baixo

Não é novidade que alguns profissionais e clínicas não dispõem de altos valores para o investimento em marketing digital. Estratégias de inbound marketing não são somente mais baratas, como também tem o seu retorno (ROI) muito mais fácil de ser mensurado.

A estimativa é que os leads gerados por intermédio de estratégias de inbound marketing custem até 60% menos do que leads de outbound marketing (técnicas tradicionais de marketing).

Uma forma de cobrir os custos acerca do marketing para médicos é com o aumento de demanda no consultório ou clínica. É preciso ainda estar disposto a investir um montante que gere resultados, pois, dependendo do segmento, o baixo investimento não terá o retorno esperado devido à competitividade.

Se sua clínica ou consultório quer crescer em faturamento e em volume de pacientes, definitivamente não pode desprezar o marketing para médicos. Caso tenha se interessado, entre em contato com a WSI e veja nossos cases de sucesso na área médica.