Médicos e Clínicas

Marketing digital para médicos e clínicas – o que acontece se você não fizer

Acredite ou não, existem muitos médicos e clínicas que acreditam que o marketing digital não é para eles e que não se encaixa em seus objetivos.

Por que eu devo investir em marketing – eles dizem – se eu tenho uma carreira estável e pacientes satisfeitos? Enquanto que por mais satisfeitos que seus pacientes possam estar, o marketing digital para médicos e clínicas é fundamental para conquistar novos pacientes e manter sua base de pacientes atuais.

Um website intuitivo e otimizado para os mecanismos de busca é talvez o aspecto mais importante do marketing digital para profissionais da saúde, mas você também deve prestar atenção em conceitos como marketing de conteúdo, local SEO, mídias sociais, inbound marketing e gerenciamento de reputação online. Neste post, vamos explicar por que essas frentes do marketing digital são tão importantes ao contar o que acontecerá ao negligenciá-las.

Se você não trabalha com SEO ou não tem um site que seja regularmente atualizado com conteúdo relevante sobre sua especialidade, estas serão as consequências esperadas.

1.      Você perderá novos pacientes

A maioria dos seus potenciais pacientes procuram por serviços de saúde através de buscas na internet. A menos seu website esteja bem posicionado nos mecanismos de buscas – isto é, que esteja primeira parte e preferencialmente nas primeiras posições para termos relevantes – os pacientes potenciais provavelmente irão para o website de um concorrente.

Mesmo que você tenha iniciado um trabalho de SEO e trabalhado para ficar na primeira página dos resultados de pesquisa, se você não tiver um site profissional, com um design atraente e moderno, com arquitetura de conversão que permita que as pessoas agendem visitas e peça maiores informações, você também perderá novos pacientes. Esta é a razão pela qual o marketing digital deve ser visto como uma forma holística e integrada de conquistar melhores resultados.

O que acontece ao não investir em marketing digital

2.      Seus pacientes atuais mudarão para os concorrentes

A maioria dos pacientes tem pelo menos algumas opções de clínicas que podem visitar para um tratamento ou procedimento, e a lealdade do paciente, por si só, se tornou um conceito ultrapassado. Enquanto que – obviamente – o fator mais importante em manter sua base de pacientes é através da prestação de um bom serviço, a menos que você esteja conectado a eles via e-mail, mídias sociais e outros esforços online, existe uma boa chance destes pacientes trocarem para um competidor que faça estas coisas.

O marketing digital aumenta sua disponibilidade para ambos potenciais e atuais pacientes, e os pacientes atuais demandam cada vez mais prontidão e, em particular, que você seja acessível no ambiente digital. Se o seu website não está corretamente modelado para que seus pacientes consigam te contatar rapidamente, eles acharão outros profissionais que sejam facilmente acessíveis online. Deste modo, mesmo um site que demore para carregar ou um site que não esteja otimizado para dispositivos móveis podem afetar o modo que seus pacientes percebem sua disponibilidade.

Enviar e-mails de newsletter e ser ativo em mídias sociais são pequenas coisas que médicos e clínicas podem fazer para se engajar com seus pacientes e estabelecer uma relação contínua que se traduze em novas visitas.

3.      Você não saberá o que funciona no seu website

No contexto até aqui apresentado, não é preciso dizer que um website e uma página no Facebook – por mais básico que sejam – são peças obrigatórias para profissionais da saúde. No entanto, se você não analisar o seu site para determinar o seu potencial de marketing, você não saberá quais páginas funcionam bem para SEO e quais precisam ser melhoradas.

Ao utilizar ferramentas de análise de websites, você pode analisar o seu site e otimizá-lo para o seu potencial de marketing. Por exemplo, você pode encontrar métricas importantes como quais as páginas mais visitas, tempo de resposta, quantas páginas um usuário visita em seu site, quantos visitantes saem do seu site imediatamente após acessá-lo, etc.

Mesmo que você não tenha feito nenhum trabalho de marketing digital significativo, você pode utilizar ferramentas como o Google Analytics para entender através de quais termos os visitantes chegam a seu site, como as mídias sociais afetam sua marca e como mensurar suas atividades de conversão.

4.      Você estará atrás dos seus concorrentes

Enquanto o argumento de que “todo mundo está fazendo” não necessariamente seja válido para deixar um adolescente fazer alguma coisa, este argumente é extremamente válido para profissionais da saúde.

Se a maioria dos seus concorrentes são abraçando o marketing digital, fazendo trabalhos em mídias sociais, atraindo cada vez mais pessoas para seus sites e conquistando um número significativo de novos pacientes, você também precisa juntar-se a eles ou então estará condenado a ficar refém de indicações e recomendações.

5.      Você não conseguirá gerenciar sua reputação

Mais do que em outras indústrias e setores de atividade, as revisões e avaliações exercem um poder fundamental para profissionais da saúde. A maioria dos pacientes levarão as avaliações em consideração ao procurar por um tratamento. Se você não tiver avaliações online ou avaliações negativas, potenciais pacientes não terão uma boa impressão de sua reputação e não seguirão adiante para a marcação de uma visita.

Gerenciamento de revisões não significa práticas enganosas como avaliações falsas ou fazer alguma coisa que não seja ética, mas sim, encorajar pacientes satisfeitos a deixar avaliações positivas e interagir com pacientes que tenham uma avaliação negativa em ordem de contornar a situação. Se você não estiver ativamente monitorando suas revisões online, então você não saberá o que as pessoas estão dizendo sobre você na internet.

Adicionalmente, você também pode monitorar o que as pessoas dizem sobre você nas mídias sociais e interagir com as pessoas pelo Twitter ou outras plataformas. Apenas quando você começa a participar de conversas sobre assuntos relacionados a sua especialidade você começa a ter controle sobre sua reputação online.

Mas… quem vai fazer todo este trabalho?

O Marketing Digital pode adicionar muito trabalho, mas logo você descobrirá que os recursos investidos valem a pena. Muitas clínicas costumam terceirizar seu marketing, uma vez que esta atividade demanda muito tempo e trabalho para deixar suas campanhas online perfeitas. Para profissionais da saúde que não tenham experiência em marketing digital, uma saída inteligente e altamente rentável é contratar uma agência de marketing digital. Através de uma agência, você se certificará que existem profissionais altamente qualificados, experientes e atualizados para extrair o máximo da sua verba destinada ao marketing e proporcionar um retorno do investimento nunca antes experimentado.

Nova chamada à ação