Fale conosco pelo WhatsApp

Como escolher um sistema financeiro para médicos?

22 de novembro de 2021 | | 0
Mulher mexendo nos computadores
(Banco de imagens: Shutterstock)

Armazenar dados na nuvem e controlar o fluxo de caixa do estabelecimento são qualidades essenciais de um bom sistema do tipo

Escolher um sistema financeiro para médicos significa escolher um software de gestão das finanças de seu consultório ou clínica. Além disso deve-se aplicar toda uma rotina, por parte de seus colaboradores, que esteja de acordo com a maneira com que o software adquirido opera.

Ou seja, escolher um sistema financeiro para médicos é uma soma de tecnologia de ponta com melhores práticas de gestão de empresas. Com a chegada das ferramentas digitais às companhias, a administração de estabelecimentos de saúde progrediu significativamente.

Médicos, pela própria natureza do ensino universitário que cursaram, geralmente não têm a gestão de negócios como seu ponto forte. É compreensível, afinal, trata-se de pessoas que estudaram medicina, não economia ou administração.

Isto, porém, como dito, é um problema passível de solução com a escolha de um software de gestão financeira adequado. E não é difícil encontrá-lo no mercado.

7 características de um bom sistema financeiro para médicos

Escolher um sistema financeiro para médicos demanda que o mesmo tenha algumas qualidades específicas.

O software em questão deve responder satisfatoriamente a 7 questões.

São elas:

  • O software faz controle de estoque? Caso o controle de estoque não seja operado de forma correta, a parte financeira da clínica ficará prejudicada. Um software de qualidade faz tal controle de forma automática. Com ele, sempre que um produto está prestes a acabar ou vencer, o sistema informa ao administrador, que pode então se planejar, adquirir novos materiais etc.;
  • O software faz o repasse médico? O chamado repasse médico é uma atividade que cobra tempo e esforço de quem a está efetuando – mas, com o software adequado, em poucos cliques esse procedimento é realizado. Existem inclusive sistemas os quais permitem que o médico estabeleça percentuais diferentes para cada tipo de repasse ou para cada convênio com que seu estabelecimento lida;
  • O software realiza contas a pagar e processa recebimentos de forma rápida e correta? A movimentação financeira do consultório pode ser levada adiante com qualidade por um bom sistema. Verifique, antes de adquirir o software que fará a gestão de seu estabelecimento, se ele opera tais ações com agilidade e acerto total;
  • O fluxo de caixa é gerado automaticamente pelo software? O fluxo de caixa é composto por despesas, receitas, transferências e cheques, em essência. É necessário que o software forneça uma boa visualização de tais movimentações – e o sistema financeiro de seu estabelecimento precisa ser capaz de dar conta dessa tarefa;
  • O software pode ser implantado de forma rápida, fácil e descomplicada? Algumas vezes um sistema financeiro para médicos leva tempo para ser implementado, pois depende de uma série de equipamentos auxiliares. Verifique se o software que irá adquirir é capaz de entrar em funcionamento o quanto antes, sem que você tenha de gastar mais dinheiro e tempo para fazê-lo operar;
  • O software armazena seus dados na nuvem? O cloud computing (computação em nuvem) consiste na técnica de guardar os dados do estabelecimento fora dos computadores internos, o que torna mais seguro o armazenamento feito. É a regra nas operações automatizadas de gestão de empresas nos dias de hoje. Seu software de gestão precisa ser capaz de operar na nuvem, portanto;
  • O software de gestão consegue integrar todos os setores da clínica ou consultório? Em especial em empresas de medicina de porte um pouco maior, é importante que o sistema de gestão controle e faça trabalhar em conjunto todos os setores da empresa. Estamos falando aqui na área financeira, na de logística, nos recursos humanos, no departamento contábil… enfim, a empresa de medicina precisa funcionar como um organismo único – e é o software de gestão que irá garantir que isto ocorra.

Lembre-se: todo consultório ou clínica deve investir em um sistema financeiro para médicos.

E escolher um sistema financeiro para médicos de qualidade é o primeiro passo para que seu estabelecimento gere faturamento e lucros sólidos – e também para que você, médico, possa com tranquilidade concentrar-se naquilo que faz melhor: salvar vidas.