Fale conosco pelo WhatsApp

Como diferenciar bons leads gerados pela internet

15 de julho de 2015 | | 1325
Como diferenciar bons leads gerados pela internet
(Banco de imagens: Shutterstock)

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Muitas empresas buscam novas formas de se destacar frente a concorrentes mais preparados e competitivos. Mesmo com essa necessidade de inovação e mudança dos padrões de relacionamento entre empresas e clientes, muitas ainda se sentem inseguras em investir em um ambiente digital onde possuem um domínio menor quando comparado com as estratégias tradicionais de marketing.

Para quem deseja expandir sua base de clientes, no entanto, a presença nos canais digitais se tornou vital não apenas para conquistar novos consumidores, como para fortalecer a base de clientes já existente.

Neste processo a geração de leads é uma das principais estratégias dos novos modelos de marketing digital, como o Inbound Marketing.

O que são leads?

A metodologia Inbound possui quatro diferentes fases com o objetivo de transformar um desconhecido em divulgador ao final do método. Os leads estão exatamente no meio deste processo, entre os visitantes do site e os clientes de uma empresa.

O lead nada mais é do que um potencial cliente, onde ele já informou seus dados por meio de um formulário de contato (normalmente em troca de uma oferta) e está avançando para o próximo passo da metodologia Inbound que consiste no fechamento de uma compra.

Quando um visitante se interessa por uma oferta em seu site e fornece as informações de contato, ele se torna um lead e um conhecido na sua base de dados.

Dessa forma, diferente dos “desconhecidos” e “visitantes”, os leads são pessoas que você conhece, com informações sobre interesses em seu site e o que ele busca, ou pelo menos o ideal é descobrir.

No entanto, apenas 30% dos leads que convertem em um site são qualificados para avançar na jornada do comprador, segundo estudo da Hubspot. Sendo assim, é importante que a equipe de marketing tenha condições de reconhecer os três tipos de leads que podem converter em um site:

  • Muito qualificado (com grande potencial, estão no momento certo para a compra);
  • Médio qualificado (com potencial, mas ainda não estão no momento certo para compra);
  • Pouco qualificado (desqualificado, talvez nunca avance na jornada do comprador e não se torne um cliente).

Nova chamada à ação