Como aproveitar ao máximo a comparação de dados do Analytics

Por mais que queiramos acreditar que somos os melhores no que fazemos, geralmente esse não é o caso. E não estamos sendo negativos; quase em todas as ocasiões existe pelo menos alguém, em algum lugar, que tem um produto ou serviço melhor do que o seu. Ou que esteja, pelo menos, trabalhando para construir, criar ou inventar algo que seja mais barato e mais eficiente do que aquele que você oferece. Temos certeza que algumas pessoas chamariam esse pensamento de cínico, mas na realidade, é uma maneira inteligente de se gerir um negócio.

O ponto é, mesmo que seu produto/serviço seja o melhor atualmente, não há garantia de que será sempre assim. Você pode trabalhar as melhores campanhas de marketing digital há muitos anos, ter diversas páginas em primeiro lugar no Google para diversas palavras, ter grande engajamento e tantas conversões que você nem acredita. Mas seus concorrentes estão tentando fazer melhor. E não é só isso, eles estão analisando tudo o que você faz, para poderem fazer melhor. Você tem que acreditar que o mundo dos negócios é assim, ou não terá chances.

Mas não são só coisas ruins. Nós queremos te ajudar a trabalhar melhor seu marketing, e nesse caso específico, existe a oportunidade de você aprender se comparando com seus principais concorrentes. A fórmula é simples: O que você faz atualmente + o que “eles” fazem melhor = A melhor estratégia de marketing que você pode querer.

Agora então, vamos comparar! Existem muitas ferramentas que você pode usar para comparar suas ações de marketing com as dos concorrentes: Google Analytics, SEMrush, gShift, Moz, etc. Todas essas irão te oferecer boas comparações, mas nesse caso utilizaremos a BuzzSumo, para comparar o blog da WSI com o blog de um de nossos maiores parceiros, o HubSpot. Aqui vai o que descobrimos:

A visão de águia: Descubra no que você é diferente

Vamos começar com um overview do conteúdo da WSI, com o conteúdo do HubSpot:

overview dos dados do blog

A primeira coisa que você irá perceber é que o HubSpot produz muito mais conteúdo do que a WSI. Mas isso não é uma surpresa, eles são um tipo diferente de empresa e são muito maiores. Nós trabalhamos na mesma indústria, sim, e estamos disputando pela autoridade da indústria em certos lugares, mas eles têm um público muito maior e precisam de mais conteúdo. Quando se comparar com um determinado concorrente, existem algumas coisas que você já deve esperar, e para a WSI, esse foi um desses casos.

Mesmo que esperássemos ser engolidos pela grande quantidade de conteúdo que o HubSpot produz, ainda é interessante que façamos algumas perguntas. A WSI deveria criar mais conteúdo? Os conteúdos atuais estão com uma boa performance? Como poderíamos melhorar? Nós estamos felizes pelo fato de que conseguimos mais de cem compartilhamentos em cada post do blog da WSI. Um grande avanço em relação há dois anos. Já que o HubsSpot está tendo sucesso produzindo grande quantidade de conteúdo, deveríamos considerar a possibilidade. Praticamente nem começamos e já temos informações úteis!

Se baseie na sua rede

Aqui vão dois gráficos lado a lado, comparando os dois blogs por rede social:

compartilhamentos por blog

A parte interessante é que o blog da WSI tem, proporcionalmente, mais compartilhamentos que o do HubSpot. O maior percentual de compartilhamentos do HubSpot é do Twitter, que tem mais que o dobro do segundo mais popular. Contrastando os números da WSI, em que Linkedin, Twitter e Facebook são praticamente iguais.

Nossa segunda observação é que os dois blogs têm audiências um pouco diferentes. Como mencionado, o HubSpot tem a maioria de seus compartilhamentos no Twitter, enquanto a WSI tem mais compartilhamentos no LinkedIn. Isso parece ser uma oportunidade, já que nós temos um público mais valioso no LinkedIn do que o HubSpot. Toda vez que tiver chances de fazer melhor que um concorrente, faça. A conclusão que tiramos desse gráfico é que nós deveríamos começar a pensar em investir mais esforços e energia em nosso LinkedIn.

Menor não é melhor

Não será fácil para você, convencer todas as pessoas que acreditam que: “Ninguém lê na Internet”. Mas textos mais curtos, não são melhores do que textos mais longos e profundos. Pelo menos quando falamos de ganhar atenção e gerar links e compartilhamentos, e esse é o nosso negócio, não é mesmo? Aqui vão os dados mais recentes de compartilhamentos dos dois blogs quanto a tamanho do conteúdo:
compartilhamentos por tamanho do texto

O que vemos, imediatamente, nesses dados, é que se nós decidirmos começar a produzir mais conteúdo, deveríamos focar nos mais longos (Talvez até mais longos do que todos que já produzimos). Em nossos dados, você pode ver que textos que tenham entre 1000 e 2000 palavras, tem melhor desempenho do que textos com menos de 100; enquanto isso, os dados do HubSpot indicam, claramente, que quanto mais longo um conteúdo for, melhores resultados ele terá. É óbvio que você não pode publicar textos de 2500 palavras só falando besteiras e esperar que os compartilhamentos cresçam. Mas se pensássemos em produzir textos mais longos, mas com qualidade similar ao que já produzimos, provavelmente poderíamos esperar resultados similares aos do HubSpot.

Teste de popularidade

Para começar, achamos que seria interessante analisar os posts mais populares de cada blog. Para o HubSpot, foi um post chamado: “20 funções do Facebook, Twitter, LinkedIn e Pinterest que você não sabia que existiam (Mas deveria) ”. Que, com esse título, é autoexplicativo. É um bom texto, com boas dicas, mas não sabemos o que fez com que ele se destacasse tanto em relação aos outros posts (Mesmo que ele só tenha recebido um pouco mais de compartilhamentos do que a média do blog).

Quando falamos do blog da WSI, o post mais popular foi: “Tudo que você precisa saber sobre a atualização do Google para mobile”. Então, para nós, o post de mais sucesso foi, talvez, a maior novidade sobre marketing digital do ano, e estamos muito felizes com isso. Isso significa que as pessoas estão olhando para nós como uma autoridade, e procurando a rede da WSI para atualizações e dicas, que são dois dos principais objetivos do blog.

Quando está tudo dito e feito, analisar como você está posicionado em relação a um de seus principais concorrentes – ou apenas uma empresa que você se espelha – irá te ajudar a fazer sua empresa melhorar. Você se deparará com novas ideias, se tornará mais motivado pela concorrência, e principalmente, terá um entendimento mais realista sobre o que você precisa fazer para te sucesso agora e no futuro.

Agora que já entendemos como a comparação de dados do Analytics pode te ajudar a melhorar seus resultados, o que você acha de melhorar sua taxas de conversão? Clique na imagem abaixo e faça download de nosso Infográfico sobre taxas de conversão.

quer melhorar suas taxas de conversão ?