Fale conosco pelo WhatsApp

Automatização de processos e formas de implementação no consultório médico

10 de novembro de 2021 | | 0
Pessoa digitando em computador
(Banco de imagens: Shutterstock)

Aumento da produtividade, diminuição de custos e melhora da gestão são algumas das vantagens da automatização

A automatização de processos no consultório médico é uma tendência sem volta na medicina contemporânea. Ela permeará o dia a dia das clínicas, consultórios propriamente ditos, ambulatórios, hospitais e outras instalações de saúde, no Brasil e mundo afora, cada vez mais.

Este é um dado da realidade, do qual o profissional da área médica não pode fugir nem tampouco ignorar. Mas, quando falamos em automatização de processos no consultório médico, estamos nos referindo a quais novas práticas e tecnologias, exatamente?

Explicando a automatização de processos no consultório médico

A referência é à racionalização e aprimoramento dos principais procedimentos, das métricas e das metodologias as quais dão base à gestão de estabelecimentos de saúde.

A automatização de processos no consultório médico é feita via sistemas computacionais, os quais passam a, justamente, automatizar a maior quantidade possível de ações inerentes à gestão em medicina.

Com isso, libera-se capital humano (ou seja, pessoas – médicos e enfermeiros, em especial) para que façam mais e melhor aquilo que só homens e mulheres podem fazer: cuidar de outros homens e mulheres – os pacientes, no caso.

A automatização de processos no consultório médico também tem como grande meta a redução de gastos.

Neste sentido, ela trabalha fortemente a redistribuição de tarefas administrativas entre os colaboradores do consultório designados para as mesmas, visando aproveitar ao máximo os talentos de cada um. E, novamente, permitindo que os pacientes recebam mais dedicação e cuidados por parte da equipe médica propriamente dita de cada estabelecimento de saúde.

Benefícios da automatização de processos no consultório médico

São diversas as vantagens que a automatização de processos no consultório médico traz a um empreendimento hospitalar de saúde. As mesmas podem ser listadas, de forma resumida, tal como a seguir.

Em suma, a automatização:

  • Aumenta a produtividade de seus colaboradores, tornando-os mais eficientes e proativos;
  • Integra, em um todo orgânico, os dados do consultório, facilitando aos profissionais de saúde o acesso aos mesmos (desde que tenham autorização para tanto);
  • Incrementa significativamente o nível de satisfação dos pacientes em relação ao estabelecimento;
  • Otimiza a organização financeira da clínica ou consultório, aumentando a margem de lucro de seus proprietários e dando-lhes condições para, por exemplo, ampliar instalações ou aumentar o salário dos funcionários;
  • Diminui significativamente os custos da operação – e, por este caminho, aumenta a margem de lucro que ela proporciona;
  • Melhora a gestão do empreendimento, trazendo as últimas inovações, inclusive tecnológicas, ao consultório ou à clínica médica;
  • Contribui de forma significativa para a queda, e até mesmo para a total eliminação, de erros na gestão processual do negócio;
  • Traz ganhos de eficiência às campanhas de marketing do estabelecimento, em especial àquelas que se dão com o uso de marketing digital;
  • Facilita fortemente a tomada de decisões estratégicas para o negócio por parte dos gestores da empresa do ramo de saúde.

A automatização de processos… e o futuro

Afora as vantagens que a automatização de processos no consultório médico acarreta listadas acima, há ainda outras, perceptíveis mais no longo prazo, mas nem por isso menos importantes e efetivas.

Dentre elas, devemos destacar uma maior agilidade na identificação do paciente no momento da consulta; o auxílio que a automatização presta à boa gestão de materiais e medicamentos; a facilidade que ela proporciona a, por exemplo, o agendamento de cirurgias e outros procedimentos relativos à saúde; e a maior segurança das informações de cada paciente.

A respeito deste último item, vale lembrar que quaisquer estabelecimentos dedicados à medicina, em todas as suas modalidades, estão obrigados a respeitarem os protocolos estipulados pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), a qual foi ratificada em agosto de 2018 e já se encontra em pleno vigor.

A automatização de processos no consultório médico se mostra vital para o cumprimento da LGPD – e para a própria entrada na modernidade de seu estabelecimento de saúde, em suma, sob o ponto-de-vista administrativo.