7 formas para trabalhar as listas de e-mail marketing da sua empresa

Email MarketingQuando se trata de e-mail marketing, alguns ainda pensam que ter uma grande lista de e-mails, sem segmentação e apenas disparar os e-mails é suficiente. No entanto, cada contato cadastrado em sua lista possui interesses diferentes e, na grande maioria das vezes, não possuem interesse em receber todos os conteúdos ou ações enviadas por sua empresa. Em uma breve analogia: você prefere falar para 20 pessoas em uma sala na qual apenas 5 estão realmente interessadas no que você tem a dizer ou acha melhor levar essas 5 para outra sala e falar diretamente com elas?

É claro que é melhor falar diretamente e apenas com clientes que estão interessados em receber informações específicas e não gastar tempo e dinheiro falando para aquelas que você sabe que não tem interesse em determinados assuntos. O e-mail marketing funciona de forma parecida, onde o sucesso de suas campanhas está ligado diretamente ao interesse que as pessoas têm em receber seus conteúdos. Para ter certeza de que está falando para o grupo certo de pessoas/clientes, abaixo vamos mostrar 7 formas de separar seus contatos antes de disparar e-mails marketing:

·        Demografia

A demografia oferece uma grande quantidade de formas de segmentar suas listas. Por exemplo, a separação pode ser simples se o seu produto é mais apropriado para homens ou mulheres ou complicado como se a localidade impacta diretamente no interesse por seu produto ou serviço. Outras formas de utilizar a demografia para separar suas listas envolvem idade, etnia, nível de escolaridade, ocupação, estado civil, número ou ausência de filhos, renda ou qualquer outro fator socioeconômico.

·        Preferências online

Conduzindo pesquisas básicas em sua base de dados através de formulários – é um pouco trabalhoso, mas vale a pena – você perceberá que os inscritos em seu newsletter possuem certos interesses e preferências que podem ajudá-lo a identificar que tipos de ofertas e informações sobre os produtos será mais útil para eles. Por exemplo, usuários de mídias sociais tem maior propensão a reagir a posts nas mídias sociais do que aqueles que utilizam-nas ocasionalmente.

·        Consumidores e clientes em potencial

Sempre que um cliente em potencial se tornar um consumidor, certifique-se de movê-lo para uma lista de e-mail separada, na qual ele receberá mensagens voltados aos clientes, não aqueles que ainda não realizaram o negócio. Para tanto, não é necessário dizer que você deve separar os dois grupos antes de disparar o e-mail marketing.

·        Taxa de conversão por clique

Qualquer pessoa que frequentemente abra seu newsletter e clique no link que você incluiu como “call to action” está claramente mostrando um alto nível de engajamento com seu produto ou serviço. Uma vez que você reúna dados suficientes, você irá querer colocar tais clientes em uma lista separada, de alta prioridade, para a qual você pode mandar mensagens mais ambiciosas e focadas o consumo.

·        Linhas de produtos

Consumidores geralmente compram produtos de uma mesma linha; usuários do iPhone irão comprar acessórios para iPhone, jogadores de Playstation comprarão jogos etc. Se você possui uma grande linha de produtos, ou produtos e serviços relacionados, você pode segmentar seus clientes pela linha de produtos que ele adquiriu. Dessa forma você pode comunicar aos seus consumidores sobre linhas de produtos que eles já conhecem e aumentar suas taxas de conversão.

·        Faixa de preço

Os consumidores têm diferentes gostos e orçamentos, que devem ser analisados antes da comunicação. Por exemplo, um cliente que tem em seu histórico compras de tênis em torno de R$ 50 não deveria receber informações sobre sapatos de salto alto que custam R$ 200, assim como quem costumar comprar casacos de R$ 300 não devem receber alertas sobre jaquetas de R$ 75. Segmente suas listas de forma a dar a seus consumidores informações relevantes aos interesses e compras passadas.

·        Clientes VIP

Faça com que seus clientes mais assíduos saibam que são os melhores e sintam-se especiais. Crie uma lista separada para esses clientes especiais, mandando ofertas exclusivas que os outros clientes não têm acesso. Não tenha medo de enviar a eles ofertas que só fazem sentido por eles serem clientes tão bons.

Infelizmente muitos veem o e-mail marketing como uma forma impessoal e em desuso no marketing digital. Mas se sua empresa se empenhar e segmentar cuidadosamente suas listas, ela alcançará melhor seus potenciais clientes com e-mails personalizados e adequados para cada grupo.

A WSI pode ajudar sua empresa com campanhas eficientes de e-mail marketing. Entre em contato conosco e veja como podemos ajudar.